Fale com a gente Segunda a Sexta das 8h às 18h

Coleiras, Guias e Peitorais: acessórios para um passeio seguro

A hora do passeio é o momento mais aguardado pelo bichinho, é neste contato que ele vai conhecer o mundo além de sua casa. Levar o cachorro para passear é essencial para o seu desenvolvimento, ele estimula a socialização do animal, além de sua resistência corporal com o contato com plantas, texturas, temperaturas e outros animais.

O passeio pode ser considerado um tipo de exercício físico, sendo indicado para pets que sofrem de cansaço e obesidade, além disso ele ajuda a diminuir o estresse e o tédio do animal.  Em uma rotina inteligente, com alimentação saudável e rotina de caminhadas é possível evitar diversos tipos de problemas de saúde. No entanto, é importante realizar os passeios com conforto e  segurança, e a Tudo Bicho reúne coleiras, guias e peitoral para cachorro.

Modelos de Coleiras para Cachorro

Todo dono, se que preze, possui uma boa coleira para cachorro, a coleira facilitará o passeio e a segurança do bichinho. O modelo de coleira varia de acordo com o bichinho, ela não tem um padrão e sim diferentes tamanhos e materiais. No momento da escolha é importante verificar a rotina e a personalidade do animal, tem cachorros que andam lentamente, são mais contidos. Já outros bichinhos adoram correr e se movimentar a coleira precisa acompanhar o pique do animal, ela jamais pode apertar, atrapalhar os movimentos ou sufocar o bichinho.

Confira os modelos de coleiras:
  • Coleira tradicional plana:  é o modelo mais tradicional e barato, ela possui formato de tira e dá um única  volta do pescoço do cachorro. Ela pode ser utilizada diariamente, com a plaquinha de identificação do animal;
  • Coleira de liberação rápida:  no lugar de fivelas elas possuem “fechos” mais rápidos e práticos. Ela é indicada para animais calmos e leves;
  • Cabresto: este modelo dá a volta tanto no pescoço quanto na região do focinho, ele é utilizado em cachorros em agitados ou estressados;
  • Peitoral: é a mais queridinha,  é uma coleira que acompanha uma espécie de colete. Ela é recomendada para todos os cachorros, independente de seu porte, ela garante muito conforto ao pet, principalmente para os mais “rebeldes”;
  • Coleira Retrátil: é o modelo mais moderno de todos, ela possui um sistema de trava, na qual, é possível regular a extensão da coleira. Em sua maioria, ela possui formato ergonômico, pré-tensionamento e travamento altamente confiável.
É comum ter dúvidas à respeito das diferenciações dos produtos do mercado, para que o dono escolha a coleira ideal o Blog da Tudo de Bicho oferece dicas de como realizar uma boa escolha, confira aqui.
Filtrar
Preço Por
Ordenar por:

Legislação brasileira: coleiras e proteção para cachorros

Nos últimos anos, a legislação brasileira determina normas para o passeio de animais, principalmente no que se diz respeito às coleiras.  As normas são estaduais, variam de estado para estado, mas são passíveis de punição como qualquer outra Lei.
Na região Sudeste, a cidade de São Paulo exige que algumas raças, as consideradas “perigosas”, como o Pitbull, Rottweiler, Bull Terrier, Mastim Napolitano, entre outras, sejam conduzidas com guia curta, enforcador e focinheira. O descomprimento da regra é passível de advertências e multas proferidas pelo Estados. Já na região Sul, especificamente, na cidade de Porto Alegre, algumas instituições proíbem a circulação de raças consideradas “de guarda, combate ou outra aptidão caracterizada por força e agressividade” em locais de aglomerações populares. A lei gaúcha (nº 8.871/2001) não especifica quais as raças que se enquadram na categoria “perigosas”, mas prevê multas.

Peitoral e guia para cachorro 

O peitoral para cachorro é um modelo de coleira que protege o dorso do animal, ela evita lesões cervicais e pode ser utilizada em cachorro de porte grande e gigante. No mercado, ela é confeccionada com diversos materiais, é importante escolher o produto mais confortável para o bichinho.
A guia é item essencial para realizar passeios com os bichinhos, seja acoplada com a coleira, para conduzir o cachorro nas ruas ou nos parques, ou acoplada com o peitoral, para passear de carro com o pet, sem deixar de lado o conforto e a segurança. 

Transporte de cachorro no carro

O Código de Trânsito Brasileiro determina regras que todos os brasileiros devem seguir ao transportar animais domésticos em veículos. De acordo com a lei, o ato de transportar um animal doméstico sem os devidos cuidados é considerado uma infração média passível de multa e acréscimo de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). De acordo o Art. 169 não é permitido que o animal fique solto dentro do veículo, essa infração prevê multa a partir de R$ 53,20 e penalização de três pontos para o motorista que infringi-la. Além disso, não é autorizado transportar animais com a cabeça para fora do carro, na carroceria de caminhonetes ou caminhões. A infração, neste caso, é grave e pode render multa de R$ 195,23 e cinco pontos no prontuário do condutor. O correto é a utilização de guias, peitorais e coleiras protetoras.
Assine e fique por dentro de todas as novidades e promoções em primeira mão.