Medicamentos para cachorro: os bichinhos, também, necessitam de cuidados

Cachorros são sinônimos de alegria e companheirismo, mas, ao longo do tempo, é natural que os bichinhos necessitem de cuidados especiais. As mudanças no comportamento destes animais são os melhores sinalizadores de problemas, é importante que o dono fique atento! Por meio das ações, é possível notar quando os cães estão com alergias, dores ou incômodos.
 
Entretanto, é importante que ao realizar qualquer medicação o dono consulte um médico veterinário para saber quais medicamentos para cachorro será mais eficaz e protegerá o bichinho de incômodos. Pensando nisso, a Tudo de Bicho reúne os principais produtos do mercado, como antipulgas, antinflamatórios, suplementos e outros,  assim não faltam cuidados para o doguinho!

Doença de cachorro: confira as mais comuns

Assim como os humanos, os cachorros possuem doenças que os afetam com mais frequência. Além das pulgas e carrapatos, os bichinhos podem sofrer com diversas enfermidades, confira as doenças mais comuns.
  • Alergia alimentar: ela se estabelece por conta da alimentação do bichinho, é considerada uma irritação exagerada do organismo a determinada substância;
  • Dermatite Canina - Alergia Cutânea:  é a doença mais frequente nos animais, já que eles costumam trocar a pelagem por diversas vezes na vida. Além disso, a dermatite também  ocorre por conta do sistema imunológico do cachorro;
  • Depressão Canina: os cães são propensos à depressão, e não existe a explicação correta no cérebro dos animais, mas é possível identificar cães com distúrbios melancólicos, parecidos aos dos seres humanos;
  • Diabetes Canina: o açúcar é perigosíssimo para o cachorro, já que ele promove o aparecimento da cegueira e da diabetes. Os principais sintomas são a sede,  o emagrecimento, o  aumento do apetite, da frequência urinária e outros;
  • Leishmaniose Canina: a infecção é transmitida por meio de um mosquito que transmite o vírus “Leishmania” em cães. Os parasitas vivem e se multiplicam no interior das células e afetam fortemente o sistema de defesa do indivíduo. Entre os sintomas estão: úlceras e descamação da pele, atrofia muscular, hemorragias, anemias e alterações nos rins e fígado. O Tratamento da doença é longo e requer medicamento específico;
  • Obesidade: algumas raças de cães são mais propensas à obesidade do que outras. Resumidamente, a doença é um acúmulo excessivo de gordura no corpo do animal. Muitas vezes, o sedentarismo é o principal fator para o aparecimento da enfermidade;
  • Otite: é uma inflamação do ouvido interno, médio ou externo. Pode ser provocada por alergias, bactérias, parasitas ou corpos estranhos. Algumas raças são mais propensas à irritação, geralmente os cãezinhos mais “orelhudos” ou com a orelha arrebitada contraem a doença.
Filtrar
Preço Por
Ordenar por:

Antipulgas é uma necessidade para todos os cachorros

Não adianta, qualquer dono de cachorro necessitará de um bom antipulgas, tudo, porque as pulgas adoram os sangues dos animais. Os pontinhos pretos incomodam e podem causar grandes doenças. O tratamento contra pulgas é extenso e rotineiro, mas é muito fácil. No mercado, existem diversas marcas e modelos, como o antipulgas comprimidos, antipulgas pipetas e coleiras antipulgas, cada opção possui um modo de utilização, mas o foco é sempre a prevenção de parasitas. 
 

Dermatite Atópica: um problema frequente nos peludinhos

A pele é o maior órgão do corpo do cachorro e a proliferação de doenças nesta área é muito comum, e causa diversos incômodos e dores ao peludinho. A coceira, queda de pelos e machucados são os principais sinais da dermatite atópica, que é uma inflamação muito comum em cães de pelagem longa e espessa, como o Golden Retriever, e nos cães de diversas dobrinhas, como o Bulldog. A dermatite canina necessita de tratamento imediato, e no mercado existem diversos remédios para o combate da proliferação de bactérias e fungos. 
 

Remédio para Cachorro: administração correta para eficácia no tratamento

Investir na prevenção de doenças é a melhor maneira de cuidar dos cachorros, mas  é claro que elas  aparecerão de alguma maneira ou outra. Neste caso, é importante seguir corretamente a forma de administração do remédio para cachorro. Os bichinhos não são tão compreensivos como os humanos, eles são sapecas. Por isso, é importante escolher o formato ideal de remédio para cachorro, entre as opções estão: comprimidos, cápsulas, líquidos, tópicos, injetáveis entre outras variedades.  No ententanto é importante que o animal consuma a dosagem completa, indicada na bula ou pelo médico veterinário.  

O veterinário é indispensável no cuidado de cachorros

Quando o assunto é saúde todo cuidado é necessário, muitas vezes, um remédio errado pode causar diversos males à saúde do cachorro. É muito importante consultar um médico veterinário antes de medicar o bichinho, eles são profissionais capacitados para identificar doenças e prescrever o melhor tratamento de acordo com o bem-estar e a saúde do animal.  O animal precisará de cuidados periodicamente, não apenas em tratamentos de saúde, eles possuem necessidades desde a alimentação até o comportamento. Ah, os cachorros jamais devem ser medicados com remédios para humanos, as substâncias podem ser tóxicas. O segredo é simples: consulte, sempre, o médico veterinário.

Prevenção é o melhor ação no combate de doenças de cachorro

Enfermidades sempre surgirão, mas a prevenção é essencial para inibir novos incômodos aos bichinhos. Prevenir, regularmente, carrapatos e pulgas é uma das ações mais comuns, ela é forma mais ativa de demonstrar cuidado ao cachorro. Assim como os humanos, os eles necessitam de cuidados! Aposte na prevenção e no contato ativo com o animal, a prevenção é um ato de carinho e inibe problemas muito maiores!
Assine e fique por dentro de todas as novidades e promoções em primeira mão.